Saudosismo, não. Autoestima.

Talvez seja “fora de tom” neste momento com tantas pessoas sofrendo, falar de arte ou qualquer outro tema sensível que não, “sobrevivência”. Pessoas sem emprego, comida, dignidade e esperança numa progressão constante, clamam pela urgente regeneração de suas identidades e necessidades mais prementes, subtraídas por prefeitos, governadores e outras autoridades que deveriam zelar pela vida do povo, que paga seus salários. Lamentavelmente, há uma disputa … Continuar lendo Saudosismo, não. Autoestima.