O dia em que a lei e a ordem foram deixados de lado

Ao longo do domingo, 21 de março, data do aniversário do presidente Jair Messias Bolsonaro, várias homenagens foram feitas por seus apoiadores – e todas elas registradas em vídeo, nas redes sociais. Porém, diante do que se viu ao longo daquela semana, esses mesmos registros trouxeram um ambiente completamente diferente. Até mesmo mais sombrio.

Quem deveria preservar a lei e a ordem – no caso de estados e municípios, a PM e a GCM – foram responsáveis pelas cenas lamentáveis ocorridas em sociedade. Claro que aqui não se pode culpar apenas a polícia, já que muitos presos foram colocados em liberdade sob o pretexto da pandemia. Mas pelo que se vê, há uma clara inversão de valores vigente.

Que o vírus é perigoso – e de certa forma, ainda desconhecido – não resta a menor dúvida. Que ainda se discute e mesmo criminaliza quem queira fazer tratamento precoce, idem. Só que tratar um trabalhador honesto como se bandido fosse, é uma conduta deveras inaceitável.

Prometo, caro leitor, não me estender no assunto. Até porque não quero me tornar repetitiva. Mas quem aí em sã consciência acha que vender água ou mesmo picolé na rua é um crime hediondo, passível de prisão com algemas? Qual de vocês, leitores, não vê claros abusos de autoridade justamente contra aqueles que, por conta do excesso de politicagem dos nossos governantes (prefeitos e governadores) acabam descontando sua fúria na população que já está fragilizada – e em todos os sentidos?

Com o tempo, o risco que se corre é que, esses que hoje se vangloriam de “apenas estar cumprindo ordens” sejam, no futuro, usados como bucha de canhão pelos que hoje são hierarquicamente superiores.

Pois eu convido você, caro leitor, a imaginar – ou pelo menos tentar – como será o futuro se essa triste situação não for imediatamente revertida. Porque enquanto estamos apenas no nosso exercício imaginário, “(…) o caos segue em frente/com toda calma do mundo” (Legião Urbana/ Sereníssima).

Artigo originalmente publicado no site Vida Destra, em 23/03/2021.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s